O Nubank está adotando mais uma forma de confirmar a identidade de quem solicita o cartão de crédito roxo. A empresa está usando uma solução de biometria facial capaz de identificar o rosto de um terço da população que já pediu crédito.

Com a novidade, os usuários que desejam se cadastrar no Nubank precisam enviar uma foto, além de dados como nome e CPF. A imagem é comparada com todas as outras armazenadas em um grande banco de dados para comprovar que a pessoa é realmente quem diz ser.

O novo método de verificação visa combater tentativas de falsidade ideológica por quem tenta pedir um novo cartão. Ele se junta aos outros meios adotados pelo Nubank, como verificação de documentos e do cadastro, além do uso de ciência de dados para aprovar ou não um pedido.

Quem oferece o serviço é a brasileira Acesso Digital, que também atua na liberação de crédito no varejo. É de lá que vem boa parte das fotos do banco de dados da empresa. Com o consentimento dos clientes, as lojas tiram fotos de cadastro que são armazenadas nessa lista.

A empresa diz que o AcessoBio, como sua solução é chamada, é eficiente em 98% dos casos. Acessórios que podem cobrir o rosto, como óculos e chapéu, costumam impedir a verificação. Nessas situações, o sistema pede que os usuários tirem uma nova foto.

Apesar dessa limitação, o sistema tem a vantagem de obter informações sobre consumidores em uma velocidade muito alta por conta de sua presença em lojas como Magazine Luiza, Riachuelo e Pernambucanas.