Se você tirou foto de algum dos 20 milhões de objetos no Museu Nacional, pode enviá-la para a Wikipédia.

Um incêndio no domingo (2) destruiu cerca de 90% das 20 milhões de peças do Museu Nacional, no Rio de Janeiro. Ele tinha um enorme acervo de antropologia e história natural, com exemplares únicos de múmias, fósseis humanos e de dinossauros. A Wikipédia está pedindo ajuda dos usuários para preservar a história do local.

No Twitter, a conta oficial da Wikipédia diz em inglês: “havia mais de 20 milhões de objetos dentro do #MuseuNacional. Você tirou foto de algum deles? Ajude-nos a preservar as memórias de tantos quantos pudermos e adicione-os ao @wikicommons”.

É possível adicionar imagens, vídeos e sons. Para isso, visite o site da Wikimedia Commons e clique em “Upload” no canto superior direito. Faça login (ou crie um cadastro) para prosseguir.

Você começa na seção “Aprender”, com um infográfico explicando o que pode (ou não) ser enviado. Clique em Próximo e envie a foto ou vídeo. Clique em Próximo novamente, e escolha a opção “Este arquivo é de minha autoria”.

Escreva um título e uma descrição do que você enviou; se possível, insira a data de quando a mídia foi capturada. Importante: na seção Categorias, adicione “Museu Nacional, Rio de Janeiro”. Clique em Publicar e pronto.

Preservando a história do Museu Nacional

Há outras iniciativas para preservar a memória do Museu Nacional. Os estudantes do curso de Museologia da Unirio (Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro) estão recebendo fotos e vídeos através do e-mail thg.museo@gmail.com.

A UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), que administrava o Museu Nacional, está recebendo objetos do acervo após o incêndio, como páginas de livros que foram parar nas proximidades. É preciso entregá-los na portaria da Biblioteca Central, no Horto Botânico, de 10h as 16h.

França e Argentina vão ajudar a recompor o acervo do Museu Nacional, enviando obras históricas para o país. Além disso, Egito e Peru ofereceram apoio técnico para a recuperação.

“É claro que não se pode reconstituir o que se perdeu, mas se pode mapear o que há da história do país na região e tentar colaborar”, diz Pablo Avelluto, secretário de cultura da Argentina.

O que havia no Museu Nacional

O Museu Nacional enormes coleções de animais brasileiros, incluindo 10 das 30 espécies de dinossauros descobertas no país, segundo a BBC Brasil. Além disso, ele guardava registros de tribos indígenas já extintas, que não têm mais falantes vivos. Lá, eram realizadas pesquisas nas áreas de botânica, zoologia, linguística, arqueologia, antropologia social e geologia.