Over 10 years we help companies reach their financial and branding goals. Engitech is a values-driven technology agency dedicated.

Gallery

Contacts

411 University St, Seattle, USA

+1 -800-456-478-23

Sem categoria

Operadoras venderam serviços de valor adicionado sem informações claras, ou cobraram por SVAs nunca solicitados.

Claro, Vivo e Oi receberam a maior multa já aplicada na história do DPDC (Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor), vinculado ao Ministério da Justiça. Cada uma das operadoras foi condenada em R$ 9,3 milhões por violar o Código de Defesa do Consumidor. O motivo: serviços de valor adicionado (SVAs) como notícias por SMS, antivírus e até mesmo seguros. Elas podem recorrer da decisão.

São diversos tipos de infrações. O DPDC diz que Oi, Vivo e Claro foram condenadas por não oferecerem “informações corretas e claras sobre o que de fato se oferta” nesses serviços, induzindo o cliente a erro. Há casos em que a operadora vendeu um produto e entregou outro. Além disso, as empresas cobraram por SVAs nunca solicitados pelo consumidor.

Segundo o DPDC, as três operadoras foram condenadas:

  • por ofender o direito básico do consumidor à informação clara e adequada sobre produtos e serviços;
  • por irregularidades na oferta desses produtos e serviços;
  • por prática abusiva;
  • por lesões ao consumidor no momento da contratação.

As operadoras têm 30 dias para pagar a multa, depositando o valor no Fundo de Defesa de Direitos Difusos — mas ainda podem recorrer da decisão. Se essas empresas não pararem de oferecer SVAs “sem o prévio e expresso consentimento do consumidor”, o DPDC pode suspender temporariamente a atividade delas.

A Claro diz em comunicado ao TeleSíntese que “a sanção se refere a casos isolados, registrados no estado do Tocantins em 2009”, e que deve recorrer da decisão. A Vivo informa ao Globo que ainda não foi notificada pelo DPDC, mas que “tomará as medidas cabíveis”. A Oi também não foi notificada.

Caso foi repassado para Anatel, MPF e Susep

Os processos administrativos contra as três operadoras foram encaminhados para o Ministério Público Federal e para a Anatel. No caso da Oi e Vivo, os documentos também foram enviados à Susep (Superintendência de Seguros Privados), porque elas venderam seguros e títulos de capitalização como SVAs.

As denúncias contra as operadoras são reunidas através do Sindec (Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor), base de dados que registra os processos de reclamação em Procons de todo o país. O DPDC também leva em conta o Consumidor.gov.br, portal do governo para abrir queixas contra uma empresa.

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.
Criado por WP RGPD Pro