Over 10 years we help companies reach their financial and branding goals. Engitech is a values-driven technology agency dedicated.

Gallery

Contacts

411 University St, Seattle, USA

+1 -800-456-478-23

Sem categoria

Twitter deverá entregar dados de 16 perfis que incentivaram agressões a Jair Bolsonaro; candidato à presidência levou facada.

O Twitter deverá entregar dados sobre 16 perfis que incentivaram e comemoraram agressões a Jair Bolsonaro (PSL). A decisão é do Tribunal Superior Eleitoral, que estabelece multa diária de R$ 50 mil em caso de descumprimento. O candidato à presidência levou uma facada e está internado em um hospital de São Paulo desde 7 de setembro.

A campanha de Bolsonaro solicitou a remoção de tweets ofensivos publicados por 16 perfis não-identificáveis. Em um deles, segundo o Jota.info, o usuário diz que o atentado foi uma “farsa”.

O ministro substituto Carlos Horbach, do TSE, não exigiu a retirada dos tweets. No entanto, determinou que o Twitter deverá entregar dados sobre os perfis envolvidos “ante a eventual responsabilização dos usuários”.

A rede social tem 24 horas para repassar as seguintes informações: número IP usado para fazer o cadastro inicial dos perfis; os dados cadastrais em si; e os registros de acesso ao Twitter. Se não cumprir o prazo, a empresa pode ser multada em R$ 50 mil por dia.

Ainda não sabemos se o Twitter já obedeceu à decisão. A empresa diz: “não comentamos processos judiciais em andamento”.

O Ministério Público Eleitoral acredita que a medida é importante não só para eventuais punições, como também para investigar o uso de robôs e usuários anônimos que impulsionam conteúdo antes das eleições.

Atentado teve grande repercussão no Twitter

A coligação “Brasil Acima de Tudo, Deus Acima de Todos”, de Bolsonaro, entrou com pedido de liminar contra postagens que “propagam, incentivam e comemoram agressões e ataques à integridade física e moral do candidato”.

O TSE diz que será necessário ouvir as partes envolvidas antes de decidir se os tweets deverão ser removidos, dado que o caso envolve liberdade de expressão.

Bolsonaro foi esfaqueado no dia 6 de setembro por Adélio Bispo de Oliveira, enquanto fazia campanha em Juiz de Fora (MG). Houve 3,2 milhões de referências no Twitter sobre o atentado em menos de 24 horas, segundo dados coletados pela FGV DAPP (Diretoria de Análise de Políticas Públicas). Este foi o “evento brasileiro de maior repercussão imediata no Twitter desde as eleições de 2014”.

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.
Criado por WP RGPD Pro