Aplicativos de carona estão se tornando cada vez mais populares e o que começou como um trabalho de Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) virou o mais novo deles: o Wepool. O diferencial do app é que ele é feito especificamente para universitários. A ideia veio de Beatriz Oliveira, aluna do curso de administração da Univesidade Mackenzie, em São Paulo.

Quando desenvolvia seu TCC, Beatriz pensou em um sistema de caronas que poderia diminuir o trânsito e também colaborar com o meio ambiente, uma vez que menos carros, menos poluição. E então verificou que começar com os alunos da faculdade seria algo muito viável, já que todos precisam se deslocar para a universidade e depois para a casa.

Ela buscou a ajuda de Allan Rangel, um conhecido da família, consultor de TI e professor de inovação tecnológica e empreendedorismo na Univesidade Fecaf, localizada em Taboão da Serra. A partir dai, o projeto de TCC acabou se tornando uma startup.

Reprodução

Beatriz Oliveira, teve a ideia de criar o app de carona durante o projeto de TCC da faculdade

O Wepool é totalmente gratuito e, por enquanto, funciona apenas para os alunos da Fecaf. O motivo disso é a segurança. Rangel explicou que, “para validar o usuário no app, é preciso que o e-mail seja o mesmo utilizado na instituição, assim como o CPF”. E como é professor de lá, “a burocracia para acessar banco de dados da faculdade é menor e mais fácil do que se começássemos por outra instituição”, completa o especialista. O objetivo é expandir o uso para outras faculdades conforme o Wepool for se popularizando.

Reprodução

O usuário pode optar por receber ou dar a carona. Quem busca, por exemplo, vai ver a foto, o nome do aluno e o itinerário. Por enquanto, o projeto restringe-se apenas ao compartilhamento das caronas. Mas Allan e Beatriz pretendem expandir a aplicação para outras necessidades dos universitários.

Um exemplo que Rangel cita é implementar um recurso de hospedagem para os jovens que cursam faculdades fora de sua cidade. “Geralmente ele precisa alugar um quarto, pois ainda não conhece ninguém. Um recurso do app poderia ajudá-lo a checar mais alunos que estão buscando moradia na região e assim dividir um local, economizando dinheiro e fazendo amizades mais rapidamente”, explica Rangel.

Mais informações da startup podem ser encontrada no site http://wepool.com.br/
Por enquanto o app funciona apenas para Android e estará disponível ainda até a próxima semana na Play Store.