Over 10 years we help companies reach their financial and branding goals. Engitech is a values-driven technology agency dedicated.

Gallery

Contacts

411 University St, Seattle, USA

+1 -800-456-478-23

Sem categoria

O Facebook falhou em monitorar adequadamente os fabricantes de dispositivos, aos quais havia garantido acesso aos dados pessoais de milhões de usuários da plataforma. As informações foram reveladas pelo The New York Times, que cita detalhes de uma carta enviada por representantes da rede social ao Congresso dos Estados Unidos, em outubro.

A falha na supervisão foi identificada em 2013, mas nunca foi revelada aos usuários do Facebook, a maioria dos quais não havia dado permissão à empresa para compartilhar suas informações com terceiros. Tudo isso consta em uma carta enviada pelo Facebook ao senador democrata Ron Wyden, frequente crítico da plataforma.

A carta referia-se aos acordos que o Facebook tinha em vigor para fornecer a vários fabricantes de dispositivos acesso especial a uma grande quantidade de dados sobre os seus usuários, informou o jornal. Os acordos, alguns dos quais realizados em 2010, foram feitos com empresas como Huwaei, Lenovo, Oppo e TCL.

Segundo o Facebook, os acordos de compartilhamento de dados eram usados para melhorar a experiência de uso da rede social em dispositivos móveis, algo que chamou de “prática padrão da indústria”.

Desde o escândalo envolvendo a consultoria Cambridge Analytica, o Facebook está sob a supervisão contínua de órgãos regulatórios. Tanto que este ano, o CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, depôs no Congresso dos EUA e no Parlamento Europeu para responder a perguntas sobre o uso e gerenciamento de dados de usuários.

A empresa também sofreu uma série de críticas durante o processo eleitoral no Brasil. Muitas destas críticas ocorreram porque não conteve o abuso de terceiros, tanto no Facebook quanto no WhatsApp.

Os acordos de compartilhamento de dados do Facebook estão agora sob a alçada de um decreto de consentimento, emitido pela Comissão Federal do Comércio dos Estados Unidos (FTC), com o objetivo de monitorar como o Facebook rastreava e compartilhava dados sobre seus usuários.

Este decreto é de 2011, e surgiu de uma reclamação da FTC, que acusou o Facebook de quebrar sua promessa de manter os dados de seus usuários privados. Na época, a empresa garantia aos usuários que os aplicativos de terceiros só tinham acesso aos dados necessários para que eles funcionassem. Mas, na verdade, os aplicativos tinham acesso a quase todas as informações pessoais dos usuários.

Vale lembrar que, em junho deste ano, as autoridades dos EUA manifestaram preocupação com o Facebook, que garantiu acesso especial a dados de usuários à gigante chinesa de telecomunicações Huawei. A Huawei é a segunda maior fabricante de smartphones do mundo, mas tem encontrado dificuldades para entrar nos EUA, em parte por causa das preocupações de segurança do governo.

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.
Criado por WP RGPD Pro