Over 10 years we help companies reach their financial and branding goals. Engitech is a values-driven technology agency dedicated.

Gallery

Contacts

411 University St, Seattle, USA

+1 -800-456-478-23

Sem categoria

FIESP deixou três bancos de dados pessoais expostos na internet, revelando nomes, endereços, números de RG, CPF e telefone.

O MPDFT (Ministério Público do Distrito Federal e Territórios) abriu um inquérito civil público para investigar um incidente de segurança da FIESP (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo). A entidade deixou três bancos de dados expostos na internet por vários dias, revelando 180 milhões de registros pessoais com nome, RG, CPF, endereço e número de telefone.

Em comunicado, o MP explica que vai investigar as circunstâncias do incidente de segurança da FIESP, além de apurar quem será responsabilizado pelos danos causados. O órgão poderá propor ação civil coletiva em âmbito nacional ou regional (no Distrito Federal), como prevê o Código de Defesa do Consumidor.

A descoberta veio do pesquisador de segurança Bob Diachenko. Ele encontrou três bases de dados — chamadas “FIESP”, “celulares” e “externo” — que podiam ser acessadas por qualquer pessoa através do motor de busca Elasticsearch. No total, elas contêm 180 milhões de registros pessoais.

FIESP foi avisada mas demorou em responder

Diachenko entrou em contato com a FIESP em 12 de novembro, mesmo dia em que fez a descoberta, mas seu e-mail não foi respondido. No dia 14, ele conversou pelo Twitter com Paulo Brito, jornalista e editor do site CiberSecurity, que então falou com a assessoria de imprensa. No dia seguinte, o banco de dados continuava exposto. Brito ligou novamente para a assessoria e o problema foi enfim resolvido.

“Os dados pessoais estavam disponíveis em um banco de dados aberto e não criptografado do Elasticsearch, com possibilidade de amplo acesso público”, explica o MPDFT. Isso incluía as seguintes informações:

  • nome;
  • número de RG;
  • CPF;
  • sexo;
  • data de nascimento;
  • endereço completo;
  • e-mail;
  • número de telefone.

A investigação ficará sob responsabilidade do promotor Frederico Meinberg Ceroy, que coordena a Unidade Especial de Proteção de Dados e Inteligência Artificial do MPDFT.

Em comunicado, a FIESP diz que “está apurando eventual acesso a sua base de dados cadastrais, no dia 12 de novembro, por uma empresa que alega ser de segurança digital”. Ela assegura que “nesta base há somente dados cadastrais, não contendo informações sensíveis e nem senhas”. Além disso, a entidade reforça que nenhum dado pessoal do cadastro foi exposto.

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.
Criado por WP RGPD Pro