Over 10 years we help companies reach their financial and branding goals. Engitech is a values-driven technology agency dedicated.

Gallery

Contacts

411 University St, Seattle, USA

+1 -800-456-478-23

Blog

A medida era uma alternativa ao envio de códigos por SMS e e-mail, mas foi desabilitada pelo Facebook.

O Facebook não está em seus melhores dias quando o assunto é privacidade. Porém, por algum motivo, a empresa acreditou que seria uma boa ideia pedir a senha do e-mail de quem cria uma conta nova. A prática foi observada no domingo (31) por um usuário no Twitter e confirmada pela companhia.

Segundo o Engadget, o Facebook afirma que a solicitação foi feita a usuários de desktops que criaram uma conta usando e-mails que não suportem OAuth. Trata-se de um protocolo que permite liberar informações de suas contas a terceiros sem conceder a senha.

Facebook pediu senha de e-mail para alguns de seus novos usuários

O padrão é usado em sites e aplicativos que usam o login via Facebook ou Google, por exemplo. Em sua tela de cadastro, o Facebook informava que, para continuar usando o serviço, “você precisará confirmar seu endereço de e-mail”.

Em teoria, ao inserir a senha do e-mail, a plataforma tentava se conectar ao endereço informado para confirmar sua identidade. Mas, por que não usar apenas meios convencionais, como um código enviado por SMS ou um link direcionado ao e-mail?

Ao The Daily Beast, um porta-voz do Facebook admitiu que a empresa errou ao pedir a senha do e-mail dos usuários. “Entendemos que a opção de confirmação de senha não é a melhor maneira de fazer isso, por isso vamos parar de oferecê-la”, afirmou.

A empresa não revelou o número exato de usuários que viram a solicitação da senha do e-mail, mas afirmou que ela apareceu para um grupo pequeno de pessoas. O porta-voz garantiu que nenhuma senha foi armazenada.

De qualquer forma, este é mais um caso que põe em dúvida a preocupação do Facebook em garantir a privacidade dos usuários. Em março, Mark Zuckerberg publicou um longo texto em sua página para anunciar que a empresa se concentraria especialmente nesse tema.

O anúncio serviu apenas para confirmar os planos de integrar as mensagens de WhatsApp, Instagram e Messenger. Isso porque dias depois veio a público a prática da empresa de armazenar “centenas de milhões” de senhas em texto puro.

Nesta quinta-feira (4), duas bases de dados foram descobertas, sendo que uma delas reunia mais de 540 milhões de registros de contas da rede social. Para quem acha impossível o Facebook ter um ano pior que o de 2018, ainda temos alguns meses pela frente…

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.
Criado por WP RGPD Pro